Startrekbr’s Weblog

maio 13, 2009

A LIMPEZA ÉTNICA DO FILME 11

Filed under: Noticias — startrekbr @ 12:29

A alguns anos atras durante um conflito na Bósnia foi relatado que um dos grupos étnicos, os sérvios estavam fazendo todo o tipo de atrocidade para que os outros grupos que viviam no pais como os cristãos ortodoxos; os croatas, católicos romanos; e os bósnios, muçulmanos.

A ideia era batalhar para que o pais tivesse apenas uma cultura. A esses atos foi dado o infame nome de LIMPEZA ÉTNICA.

Eu não sei que lucro ou prejuizo estavam em jogo na época pra que um povo se tornasse tão drástico a ponto ce criar um conflito que causasse 200 mil mortes, mas isso agora é historia.

Vou falar sobre o filme, logo, se voce não viu o filme ainda, por vavor deixe para ler esse artigo mais tarde.

Star Trek começou nos Estados Unidos da America a mais de 40 anos. O numero incrivel de fãs impressiona até hoje. Mesmo assim a Paramount encomendou um filme que não fosse feito para fãs.

Isso não te parece uma incoerencia?

Pois é, o problema da Paramount era justamente esse. Parece que os fãs tradicionais já não agradavam a Paramount a muito tempo.

Vamos então tentar entender o por que disso.

1 – o que é um Trekker na visão do americano comum.

Trekkers são um tipo de NERD
no Brasil nem tanto mas na America, como eles são mais conhecidos, NERD é um termo bastante pejorativo. Vejam a tradução de 4 verbetes de um dicionario americano.

http://dictionary.reference.com/browse/nerd

1 pessoa estupida, irritante, inócua, ou feia.

2 pessoa inteligente mas bitolada obcecada por um hobby ou assunto pouco social ex: um nerd de computador.

3 pessoa tola, inapta ou feia

4 pessoa bitolada ou muito versada em ciencia e tecnologia mas peca por ser socialmente inapta.

A palavra nerd foi ouvida pela primeira vez, indefinida mas ilustrada, em 1950 no conto de Dr Seuss: If I Ran the Zoo:
“Aí, só pra mostrar pra eles eu vou velejar pra Ka-Troo e trazer um It-Kutch, um Preep e um Proo, um Nerkle, um Nerd e um Seersucker tambem!”

(o nerd citado é uma pequena criatura humanóide de aparencia comicamente zangada)

A palavra nerd aparece logo depois num artigo em 10 de fevereiro de 1957 em Glasgow, Escócia no jornal Correio de Domingo numa coluna habitual entitulada “ABC para Quadrados”: “Nerd=um quadrado, precisa explicar?”

há outras palavras para definir esse tipo de pessoa cujos habitos e preferencias incomuns a tornam tão indesejavel.

Mas essa é a visão de um nerd.

Quer queira quer não. Essa obcessão acontece tanto entre os trekkers que logo ser trekker se tornou a marca registrada da maioria dos nerds nesses ultimos 40 anos. A ponto de a propria franquia ser lenta e definitivamente ser taxada de “coisa de nerd”.

E os nerd-trekkers em sua maioria tendo suas vidas anti-sociais, tendo que recolher suas proprias emoçoes por serem tão incompreendidos pelas pessoas, até que gostam das pessoas mas não sabem de forma alguma como se expressarem, (nunca estudaram sobre isso) se identificaram instantaneamente com aquele do seriado que é o cientista e que tambem demonstra estar isolado das emoçoes e do sofrimento que elas trazem: O vulcano Spock.

Daí vemos inumeros nerds orgulhosamente usando orelhas pontudas para mostrar que ser nerd tem um motivo, um padrão a ser seguido, um álibi para suas vidas diferentes.

Mesmo assim nunca tiveram e nunca terão a aceitação geral da sociedade. Herois mesmo só nas telas.

Uma vez eu acompanhei um grupo avançado numa das nossas missões da FFESP numa escola muito conceituada em São Paulo, lá estavamos usando nossos uniformes e fantasias, passeando pelo que era uma grande festa na escola onde fariamos uma palestra sobre ST. Passando perto de um grupo de crianças uma professora chamou a atençao delas para o nosso grupo e falou da palestra, mas uma menina loirinha da qual nem quero saber o nome olhou para nós com um arrogante e sério olhar de desprezo e disse em voz bem alta:
–Eu é que não vou perder o meu tempo com esses bichos feios aí!!!

Ficamos atônitos com o berro da guria olhamos uns para os outros, estavamos todos bem. É dificil entender o preconceito dos outros.

Preconceito é como voce entrar num tribunal e mal voce passou pela porta o juiz bate o martelo por que o juri olhou pra sua cara e disse CULPADO e nem te disseram DE QUE.

2 – Situação da Franquia até o filme 10

As coisas indo de mal a pior, pagando muito para os atores de series consagradas, um novo canal de TV, a UPN uma série nova, Enterprise, grana pra todo o lado e retorno abaixo da média…

Resultado: o filme deu prejuizo, a série foi cancelada apesar de todos os protestos e o canal foi pro brejo…

Nessa época os fãs já tinham acesso a material barato de filmagem e edição com relativa qualidade e os fan films começaram a pipocar por ai. Ou seja, quem precisa da Paramount? Sabemos sonhar por conta propria.

3 – Surge o projeto JJ ABRAMS
A Paramount sabia que Star Trek é um conceito poderoso mas os fãs (a maioria nerds) não estavam dando o retorno financeiro desejado. Os filmes de açao, refilmagens e oriundos dos quadrinhos estavam emplacando todo o ano. Então lembraram que eles tambem tinham uma franquia para ressuscitar e chamaram o mais badalado pajé pra isso.

O Sr Abrams definitivamente não é trekker como ele mesmo disse, ou seja NÃO SE CONSIDERA UM NERD e do jeito que ele fala dos nerds nota-se um asco visceral ao termo.

A Paramount quer o que toda a industria quer: GRANA para produzir mais e receber mais GRANA. Isso é natural, legitimo e… ora bolas, quem nao quer?

Para isso precisava de uma franquia renovada onde os valores e herois não caracterizassem outra desculpa para os nerds e por consequencia que não causasse asco das pessoas que não são nerds.

Resultado: vulcano explode, descontrolar um vulcano vira requisito, e o vulcano do futuro recomenda ao vulcano do passado a mandar a logica à m…

A ação, a velocidade e o visual são magnificos, a historia é muito boa e muito bem contada, os atores são excelentes, tudo zero queixa!

Mas agora os vulcanos, de acordo com o diario de bordo do proprio Cmd Spock, são uma espécie em perigo de extinção.

Os vulcanos entao encontram um planeta onde poderão iniciar uma colonia com 10 mil pessoas e preservar sua cultura dessa forma.

Embora não seja de forma violenta, o filme 11 marca o inicio de uma LIMPEZA ÉTNICA. A idéia é desassociar totalmente a marca Star Trek de pessoas consideradas NERDS. Nenhum fã clube no mundo inteiro foi autorizado a ter uma pré estreia ISSO POR ORDEM DO PROPRIO JJ ABRAMS. A opinião de quem curte e tenta viver esse sonho a mais de 40 anos foi sumariamente ignorada. Os trekkers mais conhecidos do mundo só foram procurados para ajudarem na tradução de termos tecnicos.

Como aconteceu com os vulcanos, de repente estamos fora de cena.

No entanto, o Sr Abrams pode dizer missão cumprida.
A coisa que era só de nerd pode agora ser assistida por qualquer um e qualquer um entende a historia.

A grana que tanto queriam está rolando enquanto os trekkers veteranos procuram um planeta pra colonizar.

Uma trekker tradicional que mora em portugal escreveu recentemente que agora com a franquia renovada vamos poder explorar o desconhecido OUTRA VEZ e é grata pela oportunidade, eu achei maravilhoso, faz parte do nosso otimismo como trekkers legitimos.

Ao perceber a limpeza étnica engendrada pela Paramount só nos resta exatamente o que os vulcanos estão fazendo, preservar a nossa cultura mas dar graças a Deus por estarmos vivos!

Afinal o filme é muito bom e tem os herois que gostamos, basta ver nossa emoção nos cinemas e verão que com limpeza étnica ou não, sempre vamos curtir e muito Jornada nas Estrelas.

A Paramount se esquece que os fãs de filmes de aventura não se prendem a apenas uma franquia, se tiverem que fazer outro filme e não impressionarem tanto como o primeiro saberão NA HORA que a grana esperada não vem.

Muitos que não eram trekkers simplesmente chegaram em casa doidos para assistir e entender a serie classica. Milagre? Não, consequencia! Talvez muitos se tornem os nerds que tanto detestam ou como aconteceu comigo a mais de 40 anos encontrem uma filosofia de vida em que se identifiquem.

Afinal quem tem medo de ir audaciosamente onde ninguem jamais esteve?

Marcilio Dias (russia)
Contra-almirante FFESP

1 Comentário »

  1. Esta é a melhor descrição sobre o filme Star Trek, que já li.
    Cncordo plenamente com suas idéias!

    Comentário por Norton Grey — maio 6, 2011 @ 01:38


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: